Uma pausa no blog

Desde que comecei este blog, há pouco mais de 1 ano, algumas pessoas vinham me procurando por email ou por comentários nos posts para conversarmos a respeito das coisinhas que eu postava aqui. Eu sempre retornava este contato – muitas vezes com longas respostas – porque adoro falar sobre o tema e porque apesar deste espaço ser um hobby para mim sempre o levei bastante a sério.

Quem estava acompanhando as publicações deve ter percebido que já faz um tempo que não posto nada novo e – peço desculpas – mesmo os contatos por email e comentários já não ando respondendo mais.

Comentei com algumas poucas pessoas que me procuraram pontualmente que estou passando por problemas pessoais. Como as visitas no blog cresceram um pouquinho e os e-mails e comentários continuam chegando achei melhor dar uma palavrinha rápida aqui.

Recentemente, aconteceu uma tragédia na minha família. Eu tinha uma irmã mais velha que já há muitos anos se tratava para depressão crônica. Ela estava afastada do trabalho, fazia acompanhamento médico, mas nos últimos tempos começou a piorar muito. Outros problemas de saúde surgiram (provavelmente porque a depressão deixou a saúde dela fragilizada como um todo), ela foi internada algumas vezes no último ano, e tamanho era o sofrimento dentro da mente dela que em outubro ela tirou a própria vida.

pausaAcho que nem preciso mencionar o quanto isso é traumático, o quanto a família está destruída e o quão difícil vem sendo pra todos nós seguir em frente. A certidão de óbito dela foi lavrada no dia do meu aniversário que obviamente não terá como ser comemorado mais pelo menos num bom número de próximos anos, virou o tipo de data que a gente quer esquecer…

A única mensagem que quero deixar é: cuidem-se de si mesmos e cuidem dos outros, das pessoas próximas, de seus familiares, de seus entes queridos. Esta doença traiçoeira é muitas vezes tabu em algumas famílias, ou às vezes vem cheia de desinformação, então pesquisem, se informem, aprendam a perceber os sinais e sintomas e reflitam como e quando procurar e/ou oferecer ajuda.

Sobre o blog (e as redes sociais relacionadas a ele), ficará aqui paradinho por um tempo. Ele tinha um efeito terapêutico para mim então, talvez, eu volte mas, de novo, obviamente, vai levar um tempo.

Desculpem-me pelo post pesado e pessoal, obrigada a todos que apoiaram o blog até agora, obrigada a todos que sabendo do ocorrido enviaram suas boas energias a mim e minha família, fiquem bem e em paz.

pausa

Até mais,
Van