Nova coleção Make B. Diamond de O Boticário

Eu sou a louca do brilho então sou suspeita pra falar, mas a nova coleção Make B. Diamond de O Boticário está tão maravilhosa que eu já tô querendo é tudo.

São 3 batons líquidos, 3 sombras com textura úmida, 1 pó facial e 2 pincéis, tudo com muito brilho para garantir aquele efeito iluminado. Vamos às fotos:

Fiquei interessada principalmente nos batons líquidos que me lembram um pouco os pigmentos da Jouer Cosmetics – o que seria um wow!

Os itens estão em promoção na loja online: os batons a R$ 35,90 cada, as sombras a R$ 43,90 cada, o pó facial a R$ 63,90, o pincel kabuki sai por R$ 44,90 e o pincel de sombra por R$ 20,90.

E aí, o que acharam? Se alguém testar algo desta coleção venha me contar. ^^

Bjs, Van

 

Essence no Brasil!

Que surpresa boa eu tive dia desses quando estava passeando na Sumirê e me deparei com uma parede de produtos da Essence o/

A Essence é uma marca alemã de maquiagem que tem o conceito de fast beauty, ou seja, traz lançamentos frequentes a preços acessíveis.

Como eu sou a louca do glitter, comprei o iluminador Glow Like A Mermaid (R$ 31,90) que é todo colorido e achei que seria usável apenas, sei lá, no carnaval, mas quando a gente passa ele é todo suave e misturando as cores fica num tom dourado bem singelo, curti bastante. Peguei também o primer de glitter Get Your Glitter On (R$ 21,90) que mesmo sem a gente botar o glitter já é lindo que só! Ele é rosa holográfico lindão. E peguei o spray fixador de maquiagem Glow To Go (R$ 25,90) que, como os outros itens, brilha bastante e é rosadinho.

iluminador, primer e fixador, respectivamente

Também comprei alguns esmaltes (R$ 5,90 cada) que têm a embalagem toda fofucha com a tampinha combinando com a cor do esmalte. Eles são super fáceis de passar (o que é importantíssimo pra mim que sou meio preguiçosa, rs) e duram bastante nas unhas.

Por enquanto a marca está à venda fisicamente nas Sumirê’s e online na Beleza na Web.

Ah, a marca não testa em animais 

Bjs, Van

Comprinhas: Laneige Summer Collection

A Laneige anunciou sua coleção de verão no começo da estação no hemisfério norte e eu já quis tudo desde a primeira vez que vi porque adoro tudo o que é relacionado a calor, sol, praia, navy, etc. Eu já havia falado rapidamente sobre os produtos em um dos boletins de novidades daqui do blog mas comprei os itens em junho, eles chegaram já faz um tempinho e, agora, vou mostrar fotos e swatches dessas belezuras.

Blog Valeu a Compra - Laneige Summer Collection

Fiquei de olho, por um tempo, nos sites coreanos onde costumo fazer meus pedidos mas a coleção não chegava nunca neles. Cheguei a fazer um resquest no TesterKorea mas como eles costumam responder em 2~3 dias e não obtive resposta neste tempo, excluí minha solicitação e parti pro GMarket – o eBay coreano. Fechei o pedido com este vendedor.

Pausa aqui: para quem não sabe, caso queira um produto coreano que não está disponível no TesterKorea, é possível fazer uma solicitação para eles adicionarem este produto ao site. Os requests são feitos neste link e eu já fiz solicitações aí outras vezes e fui atendida. Há uma comissão de 10% sobre o valor do item para a equipe do site. Agora vamos à coleção!

Marine Girl Boy Eyeshadow Palette

Blog Valeu a Compra - Laneige Summer Collection

Blog Valeu a Compra - Laneige Summer Collection

Este estojo de sombras vem com seis cores. A coral (Singapore Sling Pink) é a única opaca, a turquesa é metalizada (Summer Serenity) e todas as outras são cintilantes, a branca (que é mais um mármore e se chama Hyams Beach) e a nude (Hanoi Bouquet) têm pontinhos de brilho mais discretos e a azul (Boracay Emerald) e a rose gold (Rose Salt Recipe), maravilhosa, têm glitter.

Blog Valeu a Compra - Laneige Summer Collection

Cores, a partir da esquerda: Hyams Beach, Boracay Emerald, Summer Serenity, Singapore Sling Pink, Rose Salt Recipe e Hanoi Bouquet

Blog Valeu a Compra - Laneige Summer Collection

Blog Valeu a Compra - Laneige Summer Collection

As cintilantes esfarelam um pouco (o que é normal em sombra com brilho). A coral e a turquesa são as mais pigmentadas, inclusive dando um trabalhinho para remover: água micelar não foi capaz de tirar (testei Bioderma e Nuxe) e só espalhou o glitter das sombras cintilantes. O Naked Cream da VDL, óleo em balm, removeu tudo. Elas duram bem, são fáceis de esfumar e não acumulam nas linhas.

Marine Nail Kit

Esta caixinha vem com quatro esmaltes numa paleta de cores navy e um kit de adesivos. Os esmaltes são bem encorpados mas fáceis de passar (normalmente, acho esmalte denso mais difícil de passar, mas é só pegar bem leve no pincel aqui que dá tudo certo) e duram bem nas unhas.

Blog Valeu a Compra - Laneige Summer Collection

Como minhas unhas estão horríveis, no momento, por causa da psoríase e das minhas dermatites, segue um vídeo do canal oficial da Laneige no YouTube para vocês verem as cores.

Sparkling Body Cushion

Este produto é um iluminador líquido para o corpo e vem no formato cushion. A cor é maravilhosa, um rose gold bem brilhante, mas achei não muito prático para aplicar, tenho o iluminador Glam Silky Body Balm da Missha que é mais fácil de espalhar. Gosto muito de usar este tipo de produto nas pernas durante o verão e o ponto positivo da body cushion da Laneige é que ela é hidratante, tem um efeito geladinho na pele e tem um perfume bom. Mas o iluminador da Missha é mais fácil de passar e tem FPS 27. Ponto para a Missha.

 

Blog Valeu a Compra - Laneige Summer Collection

Blog Valeu a Compra - Laneige Summer Collection

Blog Valeu a Compra - Laneige Summer Collection

Missha à esquerda, Laneige à direita

Agora só falta o verão.

Beijinhos,
Van

Este post não é um publieditorial.

Novidades de cosméticos coreanos #9

Olá! Já faz tempo desde o último boletim de novidades. Muita coisa foi lançada mas selecionei, para este post, apenas os itens mais kawaii, ok? Vamos lá?

Laneige Summer Collection 2016

A Laneige trouxe uma coleção com forte inspiração navy com 4 cores de esmaltes, uma paleta de sombras e um iluminador corporal rose gold no formato cushion.

Blog Valeu a Compra - Laneige

Blog Valeu a Compra - Laneige

Bom, eu amo tudo o que é relacionado ao verão e tudo o que tem inspiração navy então nem preciso dizer que adorei a coleção e já tô querendo tudo. ^_^

A’Pieu x Rilakkuma

A A’Pieu fez uma parceria com a San-x e lançou produtos do Rilakkuma, da Korilakkuma e do Kiiroitori. A coleção trouxe espuminhas de limpeza facial, BB em cushion e blush em cushion na primeira fase. Tudo muito fofo e muito barato, as espuminhas, por exemplo, saindo por menos de 4 dólares (com 130ml) e tudo tem esgotado bem rápido também.

 

 

 

Na segunda fase, a marca apresentou estojinhos de sombra e corantes labiais. É bem comum, na Coreia, este tipo de parceria durar alguns meses e soltar novos produtos de tempos em tempos, lançando itens diferentes em várias etapas. Então para quem curte, a dica é ficar de olho.

Blog Valeu a Compra - A'Pieu x Rilakkuma

Blog Valeu a Compra - A'Pieu x Rilakkuma

Fofura, né?

Holika Holika x Gudetama

Gudetama é um personagem da Sanrio que é um ovo (isso mesmo, um ovo). Ele aparece em vídeos curtinhos nas mais diversas apresentações: cru, frito, cozido, omelete, pudim, sanduíche, etc. Ele quase nunca sorri, muitas vezes reclama das coisas e é absurdamente preguiçoso, e é nisso que está a graça do personagem.

No canal da Sanrio no YouTube há vários vídeozinhos com legenda em inglês, o áudio é o original, em japonês.

E, para quem não conhece, apresento: Gudetama!

A Holika Holika lançou uma coleção enooooooooooorme de cosméticos do Gudetama, nem vou listar tudo mas a linha inclui desde maquiagem como cushion, tint, blush, até gel de limpeza, xampu a seco, máscara hidratante facial. Tudo super fofo e preguiçoso. :)

 

 

E eis como estão as lojas físicas em Seul:

 

Veja aqui onde comprar.

É isso! Beijinhos,
Van

Este post não é um publieditorial.

Uma pele tão hidratada que brilha ✨

Post rápido: muitas vezes escrevo aqui como são diferentes as preferências de pele (e, consequentemente, de maquiagem) entre nós e as coreanas e destaco que a hidratação é um dos aspectos mais importantes que se busca por lá. Mas é uma hidratação que se nota, que reflete no rosto, e a pele considerada saudável e “ideal”, por lá, é tão hidratada que brilha.

Não vou me estender mais sobre isso aqui, passei apenas para deixar um exemplo porque eu só fico escrevendo e nunca mostro o que seria esta pele ~ que brilha ~. Quem quiser mais detalhes basta fuçar aí no meu bloguinho que em muitos posts falo sobre o assunto (pode começar por este textão aqui).

Segue uma ilustração do que é esta ~ pele perfeita ~ num comercial de cushion da IOPE.

Sei que muita gente que daria a vida por uma coleção completa de maquiagem matte vai odiar (ou confundir pele hidratada com pele oleosa), mas foi só para ilustrar. E aí, o que acham?

Beijinhos,
Van

Este post não é um publieditorial.

Testei: Natura Una Sol Radiance Base, Iluminador em Bastão e Pérolas Efeito Bronzeado

Olá, olá! Quem me acompanha aqui no blog sabe que eu adoro uma maquiagem com brilho! Fico de olho em tudo que tem a palavrinha “iluminador” no meio e gosto, também, de maquiagem de efeito bronzeado. Mas efeito bronzeado com aspecto natural é um negócio bem difícil de conseguir, sobretudo para quem é muito branquinha, meu caso.

A Natura anunciou, no final de fevereiro, sua linha Una Sol Radiance. A proposta é justamente oferecer produtos para se conseguir uma pele radiante, com aspecto levemente bronzeado e natural. A coleção contém Base Iluminadora FPS15 (R$ 55), Iluminador em Bastão (R$ 67,90), Pérolas de Efeito Bronzeado (R$ 75) e Pó Bronzeador (R$ 69). Dos produtos, o único que não comprei foi o pó bronzeador por ter acabamento matte (não gosto de maquiagem fosca).  Os preços foram pesquisados na loja online da Natura na data deste post.

Blog Valeu a Compra - Natura Una Sol Radiance - base, iluminador, pérolas

Base Fluida FPS15 Iluminadora Una

A base está disponível em duas cores apenas: Ouro, que a Natura recomenda para peles claras e médias, e Bronze, para peles castanhas e negras. De acordo com o site da marca, “em peles claras e médias pode ser usada no rosto inteiro. Em peles castanhas e negras, recomenda-se o uso em pontos específicos para iluminar e realçar o que existe de mais bonito em você”.

A base é bem leve e tem uma textura maravilhosa, super fluida, espalha fácil, perfeita para o verão! Acho que a Natura super acertou na proposta mas errou nas cores. Comprei a Ouro e não funcionou na minha pele, ficou escura. Mesmo espalhando bem e usando pouquinho não deu certo. Sabe quando a pessoa erra a mão no bronzer e o rosto fica quase laranja? Comigo foi assim. Fiquei desapontada e cheguei a entrar em contato para devolver o produto, mas decidi ficar com ela e vou usá-la como bronzer ou misturada no hidratante.

Também vi gente reclamando que ela “brilha demais”. Eu estou acostumada com a maquiagem coreana: lá, pele iluminada é sinônimo de pele saudável, é muito comum hidratante ou primer já vir com iluminador, e a maioria dos produtos são líquidos ou em creme, textura em pó é coisa rara. Portanto, para mim, a base não brilha demais. Se a proposta era fazer uma base fluida, iluminadora, perfeita para o verão, de novo: ponto para a Natura. Mas quem usa muita maquiagem fosca pode estranhar.

Blog Valeu a Compra - Natura Una Sol Radiance - base, iluminador, pérolas

Base (concentrada), base (espalhada), pérolas efeito bronzeado e iluminador em bastão

Iluminador em Bastão Una

Este foi o produto de que mais gostei dentre os três que comprei. Ele está disponível nas cores Perolado (é o mais clarinho e a opção que escolhi), Rosa Perolado e Bronze Dourado.

A textura e a embalagem em bastão funcionam em conjunto para uma aplicação perfeita. Dá para ir compondo a cor com muita precisão e conseguir desde um efeito bem sutil até uma iluminada mais intensa, para uma maquiagem noturna. E, se errar a aplicação (o que é difícil), é bem fácil remover e começar de novo, ou simplesmente espalhar melhor para suavizar, coisa que não é possível com iluminadores líquidos que secam rápido. E, falando em versões líquidas, segue a comparação do iluminador da Natura (à esquerda) com o High Beam, da Benefit (à direita).

Blog Valeu a Compra - Natura Una Sol Radiance - base, iluminador, pérolas

Iluminador da Natura à esquerda; High Beam da Benefit à direita

Pérolas Efeito Bronzeado Una

A apresentação deste produto é uma graça! Não tem como uma maquiagem em esferas (à moda Météorites da Guerlain) não virar uma coisa fofa que dá até dó de usar. Falando em usar, apesar do formato lindo, nada que vi deste jeito, até hoje, foi fácil de usar. Esponja não funciona, pincel de blush não pega o produto porque as esferas rolam, kabuki, às vezes, não cabe, e se você ficar com raiva e botar uma força vai quebrar as pobres bolinhas (que, aliás, devem ser bem trabalhosas de produzir). Mas até que toda esta dificuldade não é ruim no caso deste produto específico porque, de novo, tem o problema da cor: as pérolas estão disponíveis em um só tom que pode ficar escuro e artificial para quem tem a pele bem clara. Então, todo cuidado é pouco. Fora isso, também gostei do produto, que tem um efeito iluminado bem cintilante que super me agrada, só preciso pegar bem leve no pincel.

Blog Valeu a Compra - Bronzeadores Natura, Benefit, Make Up For Ever

Comparação entre bronzeadores da Natura (mais quente, mais avermelhado), Pro Bronze Fusion 15I da Make Up For Ever e Hoola da Benefit. Estes 2 últimos, mais terrosos e bem parecidos, mas o Pro Bronze é cintilante – os com final I – e o Hoola é matte.

Alguém mais experimentou esta linha? O que achou? Deixe seu comentário! ;)

Beijinhos,
Van

Este post não é um publieditorial.

Produtos de beleza que nasceram na Coreia do Sul e influenciaram o mundo

Se você acha que meu blog fala demais sobre cosméticos coreanos e pensa que o que acontece do outro lado do mundo não tem nada a ver com a maquiagem que você usa ou com os produtos que cuidam da sua pele, saiba que em nenhum outro lugar no mundo a indústria cosmética é tão rápida em lançar algo no mercado graças à capacidade de inovação tecnológica, à demanda e, claro, à competitividade. Por causa disso, muitas marcas estão mantendo um olho bem aberto ao que se passa na Coreia e usando ideias que nasceram no país asiático para definir sua estratégia de produtos.

Confira, a seguir, alguns dos produtos que surgiram ou se desenvolveram na Coreia do Sul e impulsionaram os lançamentos nas marcas ocidentais. ;)

BB Cream

A ideia do BB cream nem é nova e nem nasceu na Coreia. O produto foi criado por uma dermatologista alemã nos anos 60 para ajudar a pele de seus pacientes a se recuperar após procedimentos cirúrgicos ou peelings e concentrava, em um só creme, as propriedades de hidratante, protetor solar e balm reparador.

Mas se todas as marcas no mercado, hoje, tem seu próprio BB cream e se o mundo inteiro o utiliza é graças à Coreia. Foi lá, a partir dos anos 90, que o produto multiuso caiu no gosto de mulheres e homens, foi aperfeiçoado, ganhou variações e fez a indústria cosmética ter um boom.

A indústria ocidental, atenta, começou a lançar, então, os seus produtos. Até que explodiu a febre dos BB creams no ocidente (e de outras letrinhas, como CC ou DD cream, que já mencionei em outro post). Cabe ressaltar, no entanto, as diferenças entre os produtos: os BBs coreanos têm um fator de proteção solar mais alto que os produtos daqui (normalmente de 32 a 50), possuem uma cobertura mais leve no que diz respeito à sua característica como base para a maquiagem e oferecem outros benefícios à pele como hidratação ou reparação. Os BBs ocidentais são muito parecidos com as bases, tem uma cobertura média (às vezes alta) e, algumas vezes, um fator de proteção solar mediano. Ah, e não existe “BB cream de efeito matte” na Coreia, a pele, lá, é sempre muito iluminada (o que é sinônimo de pele hidratada e saudável), nunca fosca.

Minhas escolhas: Missha M Perfect Cover e Missha Signature Complexion Coordinating

Blog Valeu a Compra - Produtos coreanos | BB cream, blur, cushion

Mais recentemente, começaram a pipocar por aqui os BB creams com efeito blur (ou primers ou ainda produtos que, sozinhos, têm esta função), que diminui a aparência dos poros, uniformiza o tom da pele e deixa o rosto com “aspecto de Photoshop”. O blur se popularizou na Coreia em 2013 com o Face Blur da Etude House e caiu no gosto do ocidente quando virou escolha editorial na revista americana Allure. Foi suficiente para as marcas do lado de cá do globo lançarem seus itens e a L’Oréal foi uma das primeiras. A L’Oréal, aliás, me parece a marca ocidental mais ligada ao que acontece na Coreia do Sul.

Minha escolha: Etude House Face Blur

Blog Valeu a Compra - Produtos coreanos | BB cream, blur, cushion

Base cushion

O lançamento mais quente de 2015 no mundo das maquiagens ocorreu quando a Lancôme (que pertence ao grupo L’Oréal) mostrou ao mercado sua “revolucionária” Miracle Cushion. Tratava-se de uma base líquida confinada em uma almofadinha, o que tornava possível ao produto ser armazenado em um estojo que, antes disso, era destinado somente a sólidos (ou pó compactado) e cremes.

Muita gente, naquela ocasião, nunca tinha visto nada igual! Exceto os coreanos (e os apaixonados, no mundo todo, por seus cosméticos). Lá, a cushion existe desde 2008, quando a IOPE lançou a primeira versão.

A principal vantagem deste formato é a precisão na quantidade de produto utilizado: a esponja de aplicação não absorve o produto, apenas o “pega” e deposita na pele, e a almofada que contém o produto também ajuda na hora de coletar a quantidade desejada com a esponja. Outra vantagem, claro, é que a base fica super portátil, perfeita para carregar na bolsa e ser reaplicada durante o dia.

Além da Lancôme, outras marcas que já lançaram suas cushions são a MAC, com a Matchmaster Shade Intelligence Compact, a L’Oréal tem a True Match Lumi Cushion e até o Boticário anunciou (anteontem!) sua Make B. Cushion.

 

Não testei nenhuma cushion ocidental mas, assim como os BB creams, já imagino as diferenças. Primeiro, que as cushions coreanas foram criadas para sobreviver ao verão de lá (que não é pouco) então são leves, não escorrem e tem FPS alto. No ocidente, exceto a Make B. do Boticário que tem FPS 40, não vi proteção solar. As cushions coreanas são, também, muito hidratantes e possuem, por causa disso, alguns óleos importantes em sua composição. Os produtos ocidentais têm um medo inexplicável de óleos e a maioria é oil-free. E, por fim, na Coreia, cushion é apenas uma forma de armazenar um produto, que pode ser BB ou CC cream, base, e já existe, também, blushes, corretivos e batons líquidos neste formato.

E eu aposto na cushion como o produto do ano 2016 no ocidente. ;)

Minhas escolhas: Etude House Precious Mineral Any Cushion em suas versões Moist e Pearl Aura (já mostrei neste post).

Blog Valeu a Compra - Produtos coreanos | BB cream, blur, cushion

Face mist

O spray hidratante é um dos muitos artifícios utilizados pelos coreanos para suprir sua sede por hidratação. Quando escrevi sobre a rotina coreana de cuidados com a pele, mencionei que a hidratação é a etapa mais importante da rotina, senão a etapa pela qual se justifica a existência de todas as outras. Vários produtos e atitudes (como a utilização de um umidificador na mesa de trabalho) contribuem para manter a pele hidratada, muito longe de apenas tomar bastante água e passar o hidratante uma ou duas vezes ao dia.

O face mist é uma água enriquecida com ingredientes emolientes (já que água pura, como a água termal, não hidrata, apenas refresca), que os coreanos carregam consigo para reidratar o rosto de forma rápida e várias vezes ao dia. Este produto ainda não é tão óbvio no mercado ocidental como é na Ásia (até porque, por aqui, as mulheres buscam mais uma maquiagem de alta cobertura do que uma rotina complexa de cuidados com a pele) ou como se tornou o BB cream e está se tornando a cushion, mas já existem marcas apostando neste item: Clinique e Benefit, por exemplo, já têm os seus.

Minhas escolhas: Lioele Seaweed 90 (bem refrescante, parece uma água termal mas tem o benefício dos emolientes), It’s Skin Mini Bebe (super leve e refrescante, perfeito para dias quentes) e VDL Beauty Hydro Mist (mais encorpado e hidratante que os outros, ótimo no inverno).

Blog Valeu a Compra - Produtos coreanos | BB cream, blur, cushion

Máscaras de hidratação

Estas máscaras nasceram no Japão mas foi na Coreia que ganharam competitividade e preço baixo. Lá, muitas vezes, elas vêm como brindes nas compras e quem quiser comprar só o produto é possível encontrá-las por menos de 1 dólar.

São máscaras ovais com abertura para os olhos, nariz e boca, normalmente confeccionadas em poliéster ou hidrogel, vêm embebidas numa solução hidratante e emoliente e são de uso único. Elas devem ser aplicadas na pele limpa e tonificada e permanecer no rosto por 20 a 30 minutos. Dão um boost na hidratação, podem ser usadas uma ou duas vezes por semana e antes de uma maquiagem mais elaborada.

Também existem máscaras específicas para área dos olhos, bochechas, pescoço, mãos e pés, mas as marcas do ocidente estão apostando apenas nas faciais e, no máximo, na área dos olhos. A Sephora tem. Nem vou mostrar minhas escolhas porque nunca compro este tipo de produto, uso as que ganho como brindes nas compras. =)

Sleeping pack / mask

Apesar do nome, esta “máscara de dormir” não é uma máscara propriamente dita, como as de poliéster ou hidrogel do item anterior. É um creme, muito parecido com um hidratante mais potente, que deve ser aplicado à noite, antes de dormir, e retirado pela manhã durante a limpeza do rosto.

Quando dormimos, a renovação e divisão celulares são mais intensas e este tipo de produto é desenvolvido para aproveitar este momento para fornecer nutrientes para a pele. Deve ser utilizado uma ou duas vezes na semana, na rotina noturna em substituição ao hidratante convencional.

Minhas escolhas (adoro este tipo de produto!): Lioele Waterdrop Sleeping Pack, TonyMoly Panda’s Dream White Sleeping Pack e Laneige Water Sleeping Mask e Lip Sleeping Mask.

Blog Valeu a Compra - Produtos coreanos | BB cream, blur, cushion

Quer saber onde comprar cosméticos coreanos? Confira este post. ^_~

É isso! Beijinhos,
Van

Este post não é um publieditorial.

Os favoritos de 2015!

E para abrir o blog em 2016, nada melhor que um post com os favoritos absolutos de 2015!

Blog Valeu a Compra - Favoritos - Janeiro 2016

Meus escolhidos:

Para os olhos,  de todas as máscaras que tenho, a mais usada nos últimos tempos foi a They’re Real da Benefit. Bom, pra mim, Benefit é o tipo de compra que nunca dá errado. Esta máscara vem em muitos kits da marca e tem miniatura, também, na Sephora. Tenho poucos cílios, são curtos, fininhos e claros, e esta máscara alonga e dá um super volume. Ela só não curva muito, o que eu faço antes com o famoso-melhor-do-mundo curvex do Shu Uemura. Ele é meio difícil de achar por aqui (e se achar vai ser beeeeem caro), mas em sites de fora (alô, eBay) é fácil encontrar por uns 50 reais.

Para os lábios, hidratação nunca é demais. Nunca gostei muito dos tints por causa da textura sequinha (tenho um problema sério com pele seca por causa da psoríase). Mas quando a Benefit (olha ela aí de novo!) lançou os balms para fazer parzinho com seus tints, fui direto no lilás-orquídea maravilhoso da dupla Lollibalm e Lollitint (ela chegou a lançar os kits com as duplinhas de miniaturas lá fora, mas eles não vieram para cá, buá). A cor do tint dura muito tempo e o balm, por cima, desfaz a textura sequinha e super hidrata (e o tint tem a vantagem de ser usado, também, como blush). Se precisar hidratar mais, não tem erro com a Manteiga de Karité da L’Occitane.

Para a face, em tempos de strobing, os iluminadores que mais usei foram as duas versões do Secret Beam da coreana Etude House. Usei o douradinho durante o verão e o outro no resto do ano. Eles têm um brilho discreto super bonito e bem suave que dá pra ir compondo, aos poucos, com um pincel bem fofinho, como esse pincel de blush da mesma marca.

E foi em 2015 que comecei a seguir a rotina coreana de cuidados com a pele. Com poucas semanas, já notei uma super melhora na hidratação, textura e tom da pele e passei a usar bem menos maquiagem. Base, por exemplo, não uso mais. Fico só no M Perfect Cover BB Cream da coreana Missha (que chegou oficialmente no Brasil) e alterno com o Precious Mineral Moist Any Cushion da Etude House (que já mostrei neste post). Os 2 têm proteção solar: respectivamente FPS 42 e 50.

Foi, também, por causa da rotina coreana, que conheci o óleo em balm Naked Cream da coreana VDL. Usava, de início, apenas para remover maquiagem – e é o melhor removedor de maquiagem que já conheci! – e passei a utilizá-lo, diariamente, na limpeza dupla do rosto quando estudei mais sobre a rotina coreana.

Estes foram os meus favoritos em 2015. Quais são os seus?

Beijinhos,
Van

Este post não é um publieditorial.

Óleo: amigo ou vilão?

Por muitos anos na cosmética aqui do ocidente, o óleo foi condenado como inimigo da pele. Nos cabelos então, nem pensar! O mais próximo que chegávamos de gotinhas de brilho eram os séruns de silicone, lembram-se? Pele ou cabelos oleosos eram um big no-no e, claro, óleo como ingrediente de produto de cuidado ou tratamento era, praticamente, um absurdo.

A coisa foi tão assustadora que chegou-se à máxima de tornar sinônimo de pele oleosa aquele aspecto radiante de uma pele jovem e saudável (produzido graças aos óleos naturais da própria pele que existem, justamente, para manter a hidratação). Foi então que o mercado lançou uma enxurrada de produtos sem óleo e/ou para combater a oleosidade e maquiagens de efeito mate. Acabou-se todo o brilho, inclusive o saudável.

Pausa aqui, porque sentindo falta desse brilho, já bem mais tarde, passaram a lançar uma enxurrada de iluminadores. Ou seja: primeiro você tira todo o aspecto radiante natural da sua pele, cobre tudo isso com maquiagens opacas de efeito mate, e finalmente você cria o brilho artificial.

Então perceberam (consumidores e marcas)  que todo este universo de produtos antioleosidade estava ressecando as peles. E reintroduziram os óleos. Já notaram como hoje há óleo para tudo? Os vidrinhos minúsculos de silicone para os cabelos foram substituídos pelos frascos e vidros grandes de óleo e nem é só mais para o cabelo. São gotinhas de óleo para o rosto, óleo de toque seco que mesmo a pele oleosa pode usar, óleo de múltiplo uso, óleo rejuvenescedor com vitamina C, sabonete líquido em óleo, hidratante labial em óleo… A verdade é que o óleo não é vilão, é seu amigo.

Blog Valeu a Compra - óleo vilão ou amigo?

Os sabonetes para o rosto, antes “sem óleo” e feitos para remover e prevenir a oleosidade (gente, e a hidratação?) hoje são “espumas suaves que mantêm a hidratação natural”. O strobing, que já falei aqui no blog e que todo mundo andou falando mas que não é nada novo, é só uma gambiarra (isso mesmo) pra devolver o brilho à pele que foi tirado com todo o arsenal de produtos sem óleo e maquiagem de efeito mate que foi jogado no mercado.

Gosto muito da maquiagem coreana porque, na Coreia do Sul, favorecer o aspecto radiante da pele não é uma novidade, é algo antigo e tão importante às coreanas que lá, há tempos, já existem hidratantes e primers e BB creams, bases cushion, pó e todo tipo de produto que você imaginar que garanta um pouco de glow ao rosto. Glow que, muitas vezes, só se consegue com um bom hidratante (leia-se: com óleo vegetal em sua composição) ou com o próprio óleo. E para remover o excesso de oleosidade das peles mais propensas e dos dias de calor as asiáticas usam folhinhas absorventes que tiram o excesso superficial e não a hidratação natural produzida pela pele.

Eu nunca caí nesta falácia do óleo vilão porque minha pele é um caso muito complicado. Tenho psoríase, como sabem, e a pele do meu rosto é mista mas por causa da psoríase as partes secas ficam extremamente ressecadas e a parte oleosa é super sensível e problemática, reagindo (normalmente mal) à maioria dos produtos. E óleo sempre foi meu amigo, mesmo tendo a pele mista (e, sim, aplico óleo mesmo nas partes já oleosas).

Óleos minerais x vegetais

Apenas um cuidado é importante: existem os óleos minerais, derivados do petróleo, e os vegetais. Numa explicação muito simples (e acho que basta para o propósito do post), o óleo mineral é perfeito em criar uma barreira que protege pele e cabelos de agentes externos e que garante, assim, a hidratação. O problema é que ele apenas cria essa barreira, ele não é absorvido pela pele ou pelos cabelos, e ele mantém a hidratação se ela já existe. Há quem diga que o uso prolongado de óleos minerais pode causar o ressecamento da pele e do cabelo já que a gente vai removendo a hidratação natural com o uso de detergentes presentes nos sabonetes e xampus e não repõe isso, já que este óleo não é absorvido. O óleo vegetal, este sim promove, gera uma hidratação, ajuda a aumentar a hidratação natural, e é absorvido pela pele e cabelos. Os óleos vegetais, no entanto, tem um custo maior de produção, o que se reflete no produto final, e o que faz muitas marcas recorrerem ao óleo mineral em seus produtos.

Para os cabelos: silicone x óleo

Os silicones garantem um brilho imediato aos fios e também criam uma barreira de proteção como os óleos minerais. Mas não garantem hidratação. Neste aspecto, os óleos vegetais são uma melhor pedida. Os silicones também possuem uma proteção inerente aos raios ultravioletas, mas se quiser garantir uma proteção transparente (conhecendo o exato FPS oferecido) e que abranja todos as frequências nocivas, é melhor recorrer a um produto específico para este fim.

Aplicações

O óleo tem apenas uma finalidade: promover a hidratação. Prefira os vegetais, já que os minerais apenas criam uma barreira de proteção e não hidratam. Os novos óleos chamados de “toque seco” são mais levinhos, menos encorpados do que os conhecidos óleos de banho, e ao espalhar na pele são rapidamente absorvidos, deixando um glow sem aspecto oleoso. Alguns deles são de múltiplo, ou seja, podem ser aplicados no corpo, rosto e cabelos.

Meus favoritos? O Huile Prodigieuse, da francesa Nuxe, para rosto e corpo (no rosto, uso umas 3 gotas pela manhã e à noite. Coloco na palma da mão, esfrego uma mão na outra para uma leve aquecida e aplico. Também misturo com a base ou o BB cream durante a maquiagem. Ele pode ser usado nos cabelos, mas não gosto muito). O óleo da Nuxe é vegetal, livre de silicone, conservantes e óleo mineral, e composto de 97,8% de ingredientes naturais. Já uso faz um tempo, mesmo antes da Nuxe chegar no Brasil, eu importava antes. Pra quem quiser experimentar, na Sephora tem miniatura por 24 reais. Para os cabelos, fico com o clássico óleo de argan da Moroccanoil.

E, claro, acho que nem preciso dizer que fujo de tudo que é acabamento mate na maquiagem. Essa história de batom fosco, base sequinha, nada disso funciona comigo.

E você? Usa óleo? Não usa? Adora? Abomina? Deixe seu comentário!

Beijinhos,
Van

Este post não é um publieditorial.

A nova geração de corretivos

O tempo em que o corretivo era usado apenas para disfarçar bolsas e olheiras e iluminar o olhar acabou. Nos últimos meses, muito está se falando sobre a nova geração de corretivos. Eles estão disponíveis, em sua maioria, numa textura de sérum, mais confortável e hidratante para a pele delicada da área sob os olhos, e vêm com infusões que proporcionam um cuidado antiidade, como peptídeos e antioxidantes como o chá verde, dentre outras características de tratamento da pele. Conheça:

Sephora Collection Bright Future Gel Serum Concealer

Blog Valeu a Compra - A nova geração de corretivos - Sephora

Eu gosto muito da Sephora Collection, acho que a marca tem uma qualidade bastante boa por um preço menor que outras marcas (mas de vez em quando entrega produtos com data de vencimento próxima). Este produto tem ceramidas que ajudam a uniformizar o tom da pele, hidratar e iluminar o olhar. Se você não dormiu direito, este corretivo pode fazer você parecer como se tivesse tido as devidas 8 horas de sono. E está disponível em 20 tons, difícil não encontrar um que se ajuste à sua pele.

Maybelline New York SuperStay Better Skin Concealer + Corrector

Blog Valeu a Compra - A nova geração de corretivos - Maybelline

Eu não gosto muito da Maybelline mas como ela também desenvolveu um produto que entra na nova geração de corretivos resolvi colocar aqui. De acordo com a marca, o produto tem vitamina C que protege a pele dos radicais livres e estimula a produção de colágeno, além de oferecer alta cobertura e clarear as manchas mais escuras. O lado bom é que é o mais barato desta lista.

Bobbi Brown Intensive Skin Serum Corrector & Concealer

Blog Valeu a Compra - A nova geração de corretivos - Bobbi Brown

Super leve mas capaz de cobrir até as marcas mais escuras. Enriquecido com antioxidantes e peptídeos para ajudar a prevenir as marcas da idade. Acho uma pena que a Sephora daqui não venda Bobbi Brown, super respeito a maquiadora e a marca.

BareMinerals BareSkin Complete Coverage Serum Concealer

Blog Valeu a Compra - A nova geração de corretivos - BareMinerals

Outra marca que eu adoro. Este produto uniformiza e ilumina a pele enquanto umectantes a hidratam. Tudo isso com textura e aspecto levíssimos como se você nem estivesse usando maquiagem.

Urban Decay Naked Skin Weightless Complete Coverage Concealer

Blog Valeu a Compra - A nova geração de corretivos - Urban Decay

Rico em antioxidantes, é capaz de fazer desaparecer as marcas mais escuras de olheiras e bolsas. O chá verde protege a pele dos radicais livres enquanto o extrato de lichia hidrata e ilumina. Em textura de gel, só um pouquinho de produto já rende o suficiente para cobrir a área com um acabamento impecável, sem craquelar ou ressaltar linhas finas.

Apesar de gostar muito de maquiagem, quem me acompanha aqui no blog sabe que eu sou a típica lazy girl, e no dia a dia só alguns itens me acompanham. O corretivo faz parte da minha lista de itens indispensáveis (junto com um BB, máscara e lip balm). Eu amei quando os BBs creams começaram a tomar o mundo graças à tendência coreana (apesar de ainda hoje preferir os BBs orientais aos ocidentais) e, da mesma forma, super vibro quando uma ideia de produto que é maquiagem e também tratamento vira tendência.

Nenhum destes corretivos, no entanto, está disponível no Brasil ainda, então o que nos resta é ficar de olho nos sites. Super aguardando qualquer um deles chegar pra eu testar!

Beijinhos,
Van

Este post não é um publieditorial.